Câmara das Oliveiras discute a organização do setor
A próxima reunião da Câmara Setorial das Oliveiras deve acontecer no final de maio, onde serão apresentados os avanços obtidos.

A Câmara Setorial das Oliveiras da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Agronegócio reuniu no dia de hoje (10), os grupos técnico científico e o de mercado do setor, estabelecidos na primeira reunião da Câmara Setorial para debater as demandas da cultura.

Em funções das necessidades instituídas, ficou definido que o grupo dos técnicos científicos fará o cadastro das áreas das oliveiras, sob coordenação da Emater e secretarias dos municípios envolvidos. Os itens a serem analisados serão o posicionamento geográfico, tamanho do pomar e variedades plantadas. Em relação à capacitação, a Embrapa se responsabilizará pela elaboração de cursos para qualificar os técnicos responsáveis pela assistência técnica e a Emater ficará responsável pela indicação de técnicos desses municípios produtores.

Segundo o coordenador técnico da Câmara Setorial das Oliveiras, Jorge Hoffmann, ainda há intenção de padronização das mudas, já que não existe um tamanho padronizado, por exemplo. Portanto, a Secretaria, Embrapa e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) irão realizar uma reunião com viveiristas para tratar dessa questão.

Já, o grupo de mercado discutiu temas como a qualidade do azeite existente no mercado. Será elaborado um documento a ser entregue ao Mapa, a respeito da fiscalização da rotulagem e classificação dos produtos de acordo com as normas estabelecidas no ano passado. Também será reivindicado o credenciamento de laboratórios para analise físico/química do azeite existente no mercado.

Ainda, na ocasião ficou definido que será realizada uma reunião que acontecerá na Fiergs com o intuito de buscar auxílio na questão da importação de máquinas e equipamentos.

Linhas de financiamento, custos de produção, impostos na importação de máquinas e equipamentos, impostos internos e a inclusão da fruticultura em reservais legais, também foram pontos altos da reunião.

A Embrapa está para lançar durante a Expointer 2013, o zoneamento agroclimático das oliveiras e a apresentação de pesquisa de novas variedades.

A próxima reunião da Câmara Setorial das Oliveiras deve acontecer no final de maio, onde serão apresentados os avanços obtidos.

Hoffmann comentou que está previsto para o segundo semestre deste ano uma viagem dos integrantes da Câmara, para o Uruguai, com o objetivo de conhecer a produção de mudas, azeite e laboratórios para melhor aperfeiçoamento.

Além de representantes da Secretaria da Agricultura, estiveram presentes entidades como a Olisul, Tecnoplanta, Embrapa, Emater, Secretaria de Desenvolvimento Rural, Olivarium, Olivas do Sul, Prefeitura de Bagé e Gabinete do Governador.


http://www.agricultura.rs.gov.br/conteudo/3831/?C%C3%A2mara_das_Oliveiras_discute_a_organiza%C3%A7%C3%A3o_do_setor